quarta-feira, 4 de abril de 2012

Câmara Municipal entrega moção de aplauso ao Colégio Tiradentes


A Câmara Municipal de Porto Velho realizou sessão especial na manhã desta quarta – feira, 28, para outorgar moção de aplauso ao Colégio Tiradentes da Polícia Militar pelos seus 22 anos e ao Centro de Educação Infantil Tiradentes - Pequena Priscila.
O proponente da homenagem foi o vereador Cabo Anjos (PDT) que ao se pronunciar para justificar a honraria, destacou o método educacional da escola.
“Hoje, é um dos dias mais felizes como vereador desta casa”, disse o parlamentar, destacando na sua fala o fato dos estudantes do estabelecimento de ensino terem dado um exemplo de cidadania ao interpretar o hino nacional brasileiro.

Para a vereadora Mariana Carvalho (PSDB), a postura dos jovens também mereceu elogios. “Tenho certeza que entre esses alunos vão sair vereadores e ocupantes de outros cargos que precisam de liderança”, discursou a tucana, ressaltando que conhece muitos pais que sonham em matricular seus filhos no educandário.
Essa grande procura por vagas no colégio Tiradentes foi justamente a tônica do discurso do seu diretor – geral, o tenente coronel Marcos José Rocha. “Neste ano, recebemos 4.500 pedidos de matrículas”, lembrou o oficial, ressaltando que a escola atualmente comporta apenas 1500 alunos.

Com o objetivo de aumentar o espaço do Colégio para atender a demanda, a Polícia Militar enviou um projeto de ampliação para a Secretaria de Educação do Estado. O titular da pasta Julio Olivar demonstrou interesse pela proposta, cujos estudos estão bastante avançados.
De acordo com o comandante geral da PM coronel Paulo César de Figueiredo, outra idéia é que a Política Militar adote uma escola na capital e em cada um dos pólos do estado – Ariquemes, Ji – Paraná, Cacoal, Rolim de Moura, Vilhena e Guajará – Mirim.

Se essa sugestão da PM for acatada pelo Seduc, esses colégios da rede estadual, que serão indicados pela própria pasta passarão a ter o mesmo sistema do Colégio Tiradentes, inclusive com oficial PM na direção e um professor dos quadros da Secretaria de Educação como vice – diretor.
“O colégio Tiradentes antes era só para dependentes de PM, hoje atende também a sociedade”, disse o coronel Paulo César em seu discurso na Casa de Leis.

Fonte : Ascom http://www.camarapvh.com.br/
Autor :
João Albuquerque

Nenhum comentário:

Arquivo do blog