quarta-feira, 19 de setembro de 2012

ORIENTAÇÃO VOCACIONAL

Profissão de Psicologia completa 50 anos e comemora com exposição

Além de conhecer a história da profissão, visitantes terão acesso a serviços gratuitos


Em comemoração aos 50 anos da profissão de Psicologia no Brasil, o Conselho Federal de Psicologia tem realizado exposições em todo o Brasil. Em Porto Velho a exposição acontece no Porto Velho Shopping, até 22 de setembro na Praça de Eventos.

A ação contará com um painel e vídeos que trazem a linha do tempo dos 50 anos de profissão da psicologia regulamentada no Brasil e ainda a participação de estudantes para explicar sobre o que é, o que faz e onde está a psicologia, nos diversos segmentos:
- jurídico
- saúde
- educação
- trânsito
- avaliação psicológica
- orientação vocacional
- acompanhamento terapêutico
- psicoterapia

Além de conhecer sobre a categoria, 250 adolescentes terão a chance de fazer uma avaliação para orientação vocacional. A atividade será realizada todos os dias, de manhã e a tarde, sendo 20 atendimentos por dia, através de estudantes da Faculdade Fimca.

Na quarta-feira, 19 de setembro, a partir das 16h30, será feita uma homenagem aos psicólogos pioneiros de Rondônia para mostrar os desafios e conquistas da categoria, no auditório da Uniron, com participação de todo público interessado.

E nos dias 20 e 21 de setembro o Sebrae realiza palestras motivacionais, de auto estima e orientação para o futuro, na Uniron, das 10 às 12h na quinta-feira e das 15h às 17h na sexta-feira.

“A psicologia trabalha com o comportamento humano, então o reconhecimento e valorização desse trabalho, por parte da sociedade, é fundamental para dar respaldo ao que é feito. Hoje este trabalho é parceiro e reconhecido por muitos profissionais, como médicos, advogados e comerciantes, pois o comportamento humano está presente em todos os momentos da vida. O objetivo da psicologia é colaborar com o bem comum”, explica Mercedes Araújo Gurgel, Coordenadora Regional do Conselho Regional de Psicologia

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Comunicado aos Pais

Senhores pais,

      Comunicamos que nos dia 18 e 19/09 os alunos de 6º ao Ensino Médio ( períodos matutino e vespertino) farão as avaliações nos dois primeiros tempos de aula, após serão dispensados, pois os professores estarão participando da elaboração da Proposta do referêncial curricular determinado pela SEDUC. 
       Para os alunos de 1º ao 5º não haverá aula SOMENTE  na terça (18/09).
       Agradecemos a compreensão.

Obs: Todos os alunos(a) receberam bilhete nesta segunda-feira 17/09.


Att 

Coordenação Pedagógica

II Concurso Culturale de Vídeos de Curta-metragem


DETRAN organiza “Semana Nacional de Trânsito” em todo o Estado

DETRAN organiza “Semana Nacional de Trânsito” em todo o Estado


 13 de setembro de 2012
A Semana Nacional de Trânsito caracteriza-se como a campanha de maior importância, no âmbito dos DETRANs, sendo estabelecida pelo DENATRAN no período de 15 a 25 de setembro, em todo o território nacional, através dos órgãos ou entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito.
O Tema da campanha para 2012 é:  “Década Mundial de Ações para a Segurança do Trânsito – 2011/2020: Não exceda a Velocidade, Preserve a Vida”. A temática tem como ideia central a conscientização de jovens entre 18 e 25 anos, considerados o grupo mais vulnerável e maior exposição ao risco de acidentes de trânsito.
A Campanha da Semana Nacional do Trânsito é obrigatória para todos os órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito que devem criar eventos e promover campanhas educativas em todo o território nacional.
“A Coordenadoria de Educação de Trânsito CET/RO, orientou as CIRETRAN’s e Postos Avançados a elaborarem o planejamento de ações educativas a serem desenvolvidas nos municípios e distritos possibilitando trabalharem no sentido de promover, à população em geral,  visando à redução de acidentes e um trânsito seguro e harmônico”, informou a Coordenadora de Educação de Trânsito, Gildete Alencar.
Confira a programação para a capital:
Dia 15/09/2012
CARREATA DO “TRÂNSITO SEGURO”
Horário: 08:00 As 12:00h
Concentração: Espaço alternativo
Roteiro: Av. Jorge Teixeira, Av. Carlos Gomes, Av. Farquar, Rua 7 de Setembro, Av. Nações Unidas,  Av. Amazonas, Av. Rio Madeira e Av. Calama (Parque da Cidade).
Na concentração haverá apresentação da atriz bonequeira Vavá de Castro, com informações sobre segurança no trânsito, com várias atividades educacionais e culturais no encerramento.

Dia 16/09/2012
AÇÃO EDUCATIVA COM CAMINHONEIROS
Horário: manhã, das 08:00h às 17:00h
Local: Posto Bodanese
Palestras educativas sobre segurança no trânsito, com apresentação de vídeos, panfletagem e ação na área da saúde

Dia 17/09/2012
GINCANA LEGAL COM ALUNOS DAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL
Horário: manhã e tarde
A gincana será realizada pela equipe do DETRAN, sob a coordenação da atriz bonequeira Vavá de Castro.

Dia 18/09/2012
DIA DE SEGURANÇA VIÁRIA NAS FACULDADES DE PORTO VELHO
Horário: manhã, tarde e noite
As instituições que compõem O Comitê Municipal de Segurança Viária de Porto Velho desenvolverão atividades nas faculdades de Porto Velho.

Dia 19/09/2012
DIA DE SEGURANÇA VIÁRIA NAS ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DE PORTO VELHO
Horário: manhã, tarde e noite
As instituições que compõem O Comitê Municipal de Segurança Viária de Porto Velho desenvolverão atividades nas escolas de ensino médio de Porto Velho.

Dia 20/09/2012
DIA DE SEGURANÇA VIÁRIA NAS ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DE PORTO VELHO
Horário: manhã, tarde e noite
As instituições que compõem O Comitê Municipal de Segurança Viária de Porto Velho desenvolverão atividades nas escolas de ensino médio de Porto Velho.

Dia 21/09/2012
PIT STOP NA AVENIDA PINHEIRO MACHADO, NOS BARES, RESTAURANTES E OUTROS.
TEMA: “NÃO EXCEDA A VELOCIDADE E SE BEBER NÃO DIRIJA, PRESERVE A VIDA”.
Horário: noite, a partir das 21:00h.

Dia 22/09/2012
O DIA SEM MEU CARRO – ATIVIDADES EDUCATIVAS NO ESPAÇO ALTERNATIVO
Horário: tarde, das 16:00h às 19:00h

Dia 23/09/2012
ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO DE TRÂNSITO COM MÚSICA, TEATRO DE BONECOS E PIT STOP NA PRAÇA ALUÍSIO FERREIRA
Horário: tarde, das 17:00h às 21:00h

Dia 24/09/2012
DIA DE SEGURANÇA VIÁRIA NAS ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DE PORTO VELHO
Horário: manhã, tarde e noite
As instituições que compõem O Comitê Municipal de Segurança Viária de Porto Velho desenvolverão atividades nas escolas de ensino médio de Porto Velho.

Dia 25/09/2012
Lançamento do Plano Municipal de Redução de Acidentes e Segurança Viária de Porto Velho/RO, 2011-2020 e entrega da premiação do concurso de desenho para criar slogan e logomarca do Comitê municipal de Segurança Viária.
Horário: 9:00 as 12:00h
Local: Auditório do Ministério Público

Palestra Sociólogo e especialista em educação de trânsito Eduardo Biavatti
Tema: A Regra, a transgressão e o acidente e Rota de colisão – idéias para a juventude no trânsito
E apresentação das ações da Semana Nacional de Trânsito de 2012/Porto Velho/RO – movie make
Horário: 16:00 as 22:00h
Local: Aquárius Selva Hotel

Gerência de Comunicação Social

Teste Vocacional do Guia da Carreira

Teste Vocacional do Guia da Carreira

Chegou a Hora de Decidir... o que eu Quero da Vida?

Dúvidas, medo e incerteza são questões constantes na vida de todas as pessoas. Em relação a escolha de uma carreira ou profissão não podia ser diferente, algumas pessoas tem uma vocação clara e fica fácil decidir, mas a maioria absoluta se sente perdida quando está prestes a escolher. E neste caso, o que pode ser feito ?
Para ajudar os vestibulandos a escolher a melhor carreira e ter o maior sucesso possível na sua vida profissional, o Guia da Carreira, desenvolveu e disponibilizou o seu novo Teste Vocacional Online. Este teste vocacional foi elaborado com o auxilio de psicólogos e profissionais especializados em emprego e carreira, visa identificar o perfil psicológico dos candidatos através de 19 perguntas práticas e a partir delas, elaborar uma lista com as profissões mais adequadas, baseadas no banco de dados do nosso Guia das Profissões.
Este teste vocacional é livre e gratuíto, podendo ser feito por qualquer pessoa e quantas vezes for necessário.


http://www.guiadacarreira.com.br/teste-vocacional/

O que é o FIES?

1 – O que é o FIES?
O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC) destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores não gratuitos e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC.
2 – Quem pode se candidatar ao FIES?
Podem solicitar o financiamento pelo FIES os estudantes de cursos de graduação não gratuitos com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), oferecidos por instituições de ensino superior participantes do Programa.
3 – Quem não pode se candidatar ao FIES?
É vedada a inscrição no FIES a estudante:
  • cuja matrícula acadêmica esteja em situação de trancamento geral de disciplinas no momento da inscrição;
  • que já tenha sido beneficiado com financiamento do FIES;
  • inadimplente com o Programa de Crédito Educativo (PCE/CREDUC);
  • cujo percentual de comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita seja inferior a 20% (vinte por cento);
  • cuja renda familiar mensal bruta seja superior a 20 (vinte) salários mínimos.
4 – É exigido o ENEM para o FIES?
Os estudantes que concluíram o ensino médio a partir do ano letivo de 2010 e queiram solicitar o FIES, deverão ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2010 ou ano posterior.
Estarão isentos da exigência do ENEM os professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrantes do quadro de pessoal permanente de instituição pública, regularmente matriculados em cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Para tanto, será exigido, mediante apresentação à CPSA, o original de declaração ou documento equivalente, expedido, conforme o caso, pela Secretaria de Educação do Estado, do Distrito Federal, do Município ou por escola federal, comprovando a condição de professor do quadro de pessoal permanente da rede pública de ensino da educação básica, em efetivo exercício do magistério.
Os estudantes que por ocasião da inscrição ao FIES informarem data de conclusão do ensino médio anterior ao ano de 2010, deverão comprovar essa condição perante à CPSA, apresentando diploma, certificado ou documento equivalente de conclusão do ensino médio expedido pela instituição de ensino competente.
5 – O FIES financia todos os cursos?
Poderão ser financiados os cursos de graduação com conceito maior ou igual a 03 (três) no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), das instituições de ensino superior participantes do FIES.
Os cursos que ainda não possuam avaliação no SINAES e que estejam autorizados para funcionamento, segundo cadastro do MEC, poderão participar do Programa.
6 – Qual é a taxa de juros do FIES?
A taxa efetiva de juros do FIES é de 3,4% ao ano para todos os cursos.
7 – Como faço para me inscrever no FIES?
As inscrições são feitas através do Sistema Informatizado do FIES (SisFIES), disponível para acesso neste sítio. O estudante poderá solicitar o financiamento em qualquer período do ano.

Confira o passo a passo para solicitar o financiamento:
1º Passo: Inscrição no SisFIES
O primeiro passo para efetuar a inscrição é acessar o SisFIES e informar os dados solicitados. No primeiro acesso, o estudante informará seu número de Cadastro de Pessoa Física (CPF), sua data de nascimento, um endereço de e–mail válido e cadastrará uma senha que será utilizada sempre que o estudante acessar o sistema. Após informar os dados solicitados, o estudante receberá uma mensagem no endereço de e–mail informado para validação do seu cadastro. A partir daí, o estudante acessará o SisFIES e fará sua inscrição informando seus dados pessoais, do seu curso e instituição e as informações sobre o financiamento solicitado.

2º Passo: Validação das informações

Após concluir sua inscrição no SisFIES, o estudante deverá validar suas informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), em sua instituição de ensino, em até 10 (dez) dias, contados a partir do dia imediatamente posterior ao da conclusão da sua inscrição.
3º Passo: Contratação do financiamento
Após a validação das informações, e de posse do Documento de Regularidade de Inscrição (DRI), o estudante deverá comparecer ao Agente Financeiro do FIES em até 10 (dez) dias, contados a partir do terceiro dia útil imediatamente subseqüente à data da validação da inscrição pela CPSA, para formalizar a contratação do financiamento.
A contratação do financiamento deverá ocorrer em agência bancária do Agente Financeiro credenciado pelo FIES, sediada no mesmo domicílio residencial ou acadêmico do estudante. Na hipótese da inexistência de agência bancária nesses domicílios, é permitida a contratação do financiamento em agência bancária sediada em localidade de livre escolha do estudante.
O Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal são os atuais Agentes Financeiros do Programa.
Atenção! Os prazos para validação da documentação na CPSA e para comparecimento na instituição bancária começam a contar a partir da conclusão da inscrição no SisFIES e da validação da inscrição na CPSA, respectivamente, e não serão interrompidos nos finais de semana ou feriados.

8 – O que é a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA)?
A Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) é responsável pela validação das informações prestadas pelo estudante no ato da inscrição, bem como dar início ao processo de aditamento de renovação dos contratos de financiamento.
Cada local de oferta de cursos da instituição de ensino participante do FIES deverá constituir uma Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA). A Comissão será composta por cinco membros, sendo dois representantes da instituição de ensino, dois representantes da entidade máxima de representação estudantil da instituição de ensino e um representante do corpo docente da instituição de ensino.
Os representantes da Comissão deverão integrar o corpo docente, discente e administrativo do local de oferta de cursos. Caso não exista entidade representativa dos estudantes no local de oferta de cursos, os representantes estudantis serão escolhidos pelo corpo discente da instituição
9 – Qual documentação deve ser apresentada pelo estudante à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA)?
Após concluir sua inscrição no SisFIES, o estudante deverá procurar a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) em sua instituição de ensino e validar as informações prestadas.Confira aqui a documentação que deve ser apresentada pelo estudante.
É vedado à CPSA efetuar a validação das informações prestadas pelo estudante no módulo de inscrição do SisFIES, bem como da documentação por este apresentada para habilitação ao financiamento estudantil, em curso para o qual não tenha sido confirmada a formação da respectiva turma na IES.
10 – Após a validação das informações pela CPSA, qual documentação deve ser apresentada pelo estudante à instituição bancária?
Para efetuar a contratação do financiamento deverão ser apresentados os documentos (originais e fotocópias):
Documentos do aluno:
  • Documento de Regularidade de Inscrição (DRI) emitido pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento do FIES (CPSA);
  • Termo de concessão ou de atualização do usufruto de bolsa parcial do ProUni, quando for o caso;
  • Documento de identificação;
  • CPF próprio e, se menor de 18 anos de idade não emancipado, CPF do seu representante legal;
  • Certidão de casamento, CPF e documento de identificação do cônjuge, se for o caso;
  • Comprovante de residência.
Documentos do fiador (no caso da opção por fiança convencional ou fiança solidária):
  • Documento de identificação;
  • CPF;
  • Certidão de casamento;
  • CPF e documento de identificação do cônjuge, se for o caso;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de rendimentos, salvo no caso de fiança solidária.
11 – O que acontece se o estudante não comparecer à CPSA ou ao Agente Financeiro nos prazos estabelecidos?
Caso o estudante não compareça à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) ou ao Agente Financeiro (instituição bancária) nos prazos determinados, a inscrição será cancelada, podendo o estudante realizar nova inscrição a qualquer tempo.
12 – Como o estudante deve proceder com o aditamento de renovação semestral?
O aditamento de renovação semestral dos contratos de financiamento, simplificados e não simplificados, deverão ser realizados por meio do Sistema Informatizado do FIES (SisFIES), mediante solicitação da Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) e confirmação eletrônica pelo estudante financiado.
Após a solicitação do aditamento pela CPSA, o estudante deverá verificar se as informações inseridas no SisFIES estão corretas e:
  • I – em caso positivo, confirmar a solicitação de aditamento em até 20 (vinte) dias contados a partir da data da conclusão da solicitação e, em seguida, comparecer à CPSA para retirar uma via do Documento de Regularidade de Matrícula (DRM), devidamente assinada pelo presidente ou vice–presidente da Comissão;
  • II – em caso negativo, rejeitar a solicitação de aditamento e entrar em contato com CPSA para sanar as incorreções e solicitar o reinicio do processo de aditamento.
Em se tratando a solicitação de aditamento não simplificado, o estudante, após assinar o DRM, deverá dirigir–se ao Agente Financeiro, acompanhado do seu representante legal e dos fiadores, quando for o caso, para formalizar o aditamento ao contrato de financiamento em até 10 (dez) dias contados a partir do terceiro dia útil imediatamente subseqüente à data da confirmação da solicitação de aditamento.
13 – Existe um percentual mínimo de financiamento pelo FIES?
  • Sim. O percentual mínimo de financiamento pelo FIES é de 50% (cinqüenta por cento) do valor dos encargos educacionais cobrados do estudante por parte da instituição de ensino.
14 – Existe um percentual máximo de financiamento pelo FIES?
I – Para estudantes com renda familiar mensal bruta de até 10 (dez) salários mínimos:
  • a) até 100% (cem por cento) de financiamento, quando o percentual do comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita com os encargos educacionais for igual ou superior a 60% (sessenta por cento);
  • b) até 75% (setenta e cinco por cento) de financiamento, quando o percentual do comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita com os encargos educacionais for igual ou superior a 40% (quarenta por cento) e menor de 60% (sessenta por cento);
II – Para estudantes com renda familiar mensal bruta maior de 10 (dez) salários mínimos e menor ou igual a 15 (quinze) salários mínimos:
  • a) até 75% (setenta e cinco por cento) de financiamento, quando o percentual do comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita com os encargos educacionais for igual ou superior a 40% (quarenta por cento);
  • b) de 50% (cinqüenta por cento) de financiamento, quando o percentual do comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita com os encargos educacionais for igual ou superior a 20% (vinte por cento) e menor de 40% (quarenta por cento).
III – Para estudantes com renda familiar mensal bruta maior de 15 (quinze) salários mínimos e menor ou igual a 20 (vinte) salários mínimos:
  • a) de 50% (cinqüenta por cento) de financiamento, quando o percentual do comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita com os encargos educacionais for igual ou superior a 20% (vinte por cento).
O estudante matriculado em curso de licenciatura ou bolsista parcial do ProUni que solicitar o financiamento para o mesmo curso no qual é beneficiário da bolsa poderá financiar até 100% (cem por cento) dos encargos educacionais cobrados do estudante pela IES.
15 – Como calcular o percentual de comprometimento da renda?
Para calcular o percentual de comprometimento da renda é necessário primeiro dividir por 6 (seis) o valor da semestralidade com desconto, obtendo assim o valor da mensalidade com desconto. Dividindo o valor da mensalidade com desconto pela renda familiar mensal bruta per capita e multiplicando esse resultado por 100 (cem), obtemos o percentual de comprometimento.
Exemplo:
  • Semestralidade com desconto: R$ 3.600,00
  • Mensalidade com desconto: R$ 600,00 (R$ 3.600,00 ÷ 6)
  • Renda familiar mensal bruta per capita: R$ 1.000,00
  • Percentual de comprometimento: 60% [(R$ 600,00 ÷ R$ 1.000,00) * 100]
16 – O estudante que já pagou alguma mensalidade do semestre poderá ser ressarcido, caso contrate o financiamento?
Sim. Caso a contratação do financiamento aconteça no decorrer do semestre, a instituição de ensino deverá ressarcir ao estudante financiado o valor referente aos repasses recebidos de parcelas da semestralidade já pagas pelo estudante.
17 – É necessário ter um fiador para ter acesso ao financiamento?
Para contratação do financiamento é exigida a apresentação de fiador. Existem dois tipos de fiança: a fiança convencional e a fiança solidária.
Ficam dispensados da exigência de fiador os alunos bolsistas parciais do ProUni, os alunos matriculados em cursos de licenciatura e os alunos que tenham renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio e que tenham optado pelo Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (FGEDUC).
18 – O que é a fiança convencional?

A fiança convencional é aquela prestada por até dois fiadores apresentados pelo estudante ao Agente Financeiro, observadas as seguintes condições: no caso de estudante beneficiário de bolsa parcial do ProUni, o(s) fiador(es) deverá(ão) possuir renda mensal bruta conjunta pelo menos igual à parcela mensal da semestralidade, observados os descontos regulares e de caráter coletivo oferecidos pela IES, inclusive aqueles concedidos em virtude de pagamento pontual. Nos demais casos, o(s) fiador(es) deverá(ão) possuir renda mensal bruta conjunta pelo menos igual ao dobro da parcela mensal da semestralidade.
19 – O que é a fiança solidária?

A fiança solidária constitui–se na garantia oferecida reciprocamente por estudantes financiados pelo FIES reunidos em grupo de três a cinco participantes, em que cada um deles se compromete como fiador solidário da totalidade dos valores devidos individualmente pelos demais.
O grupo de fiadores solidários deve ser constituído no Agente Financeiro (instituição bancária) no ato da contratação do financiamento por parte dos estudantes. Cada estudante poderá participar de apenas um grupo de fiadores solidários, sendo vedado aos membros do grupo o oferecimento de outro tipo de fiança a qualquer estudante financiado pelo FIES.
Para a constituição do grupo da fiança solidária, não será exigida comprovação de rendimentos dos membros do grupo. Os membros do grupo de fiadores solidários devem obrigatoriamente ser estudantes da mesma instituição de ensino, matriculados no mesmo local de oferta de cursos.
20 – O que é o Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (FGEDUC)?

O Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (FGEDUC) é uma opção para os estudantes que desejam financiar cursos superiores não gratuitos e tenham dificuldade em apresentar fiador.
21 – Quem pode recorrer ao Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (FGEDUC)?

Podem recorrer ao Fundo:
  • Estudante matriculado em cursos de licenciatura;
  • Estudante com renda familiar mensal per capita de até um salário mínimo e meio;
  • Bolsista parcial do Programa Universidade para Todos (ProUni) que opte por inscrição no FIES no mesmo curso em que é beneficiário da bolsa.
22 – Como recorrer ao Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (FGEDUC)?
Para recorrer ao Fundo, o estudante deverá, no momento da inscrição, optar por essa modalidade verificando se a instituição na qual pretende ingressar aderiu à iniciativa, já que a adesão das instituições participantes do FIES ao Fundo é voluntária.
23 – Todos os estudantes podem trabalhar na rede pública em troca da quitação de suas parcelas?
Não. Somente estudantes financiados pelo FIES em cursos de licenciatura, pedagogia ou normal superior, em efetivo exercício na rede pública de educação básica e estudantes graduados em medicina, integrantes de equipe de saúde da família oficialmente cadastrada.
24 – Quais critérios devem ser seguidos para conseguir o benefício?
Licenciatura
  • Ser professor da rede pública de educação básica, em efetivo exercício, com carga horária de, no mínimo, 20 horas semanais, que cursou ou que esteja cursando licenciatura, pedagogia ou normal superior e tenha a situação de seu respectivo financiamento na condição de ativo e adimplente no agente financeiro.
  • Os meses trabalhados para fins da concessão do abatimento são todos aqueles em efetivo exercício a partir de janeiro de 2010.
  • Durante o período em que o professor fizer jus ao benefício, fica desobrigado do pagamento das prestações do financiamento.
  • A desobrigação do pagamento das prestações será mantida enquanto o professor fizer jus ao abatimento. Nesse período serão informados e validados os meses efetivamente trabalhados para fins de contagem do abatimento a ser concedido.
  • Se o valor total do abatimento não for suficiente para liquidar o saldo devedor consolidado, deverá retomar o pagamento das prestações do financiamento até a liquidação total do saldo devedor consolidado não liquidado com o valor do abatimento.
  • As Secretarias de Educação dos Municípios, Estados e do Distrito Federal deverão confirmar as informações prestadas pelo professor referentes ao efetivo exercício na rede pública de educação básica. As informações deverão ser atualizadas pelo financiado e validadas pela respectiva Secretaria de Educação a cada ano para a operacionalização do abatimento
  • Medicina
  • Estudante graduado em Medicina integrante de equipe do Saúde da Família oficialmente cadastrada, que atue em um dentre os 2.219 municípios selecionados como prioritários pelo Ministério da Saúde, conforme definidos pela Portaria Conjunta MEC – Ministério da Saúde nº 2, de 25 de agosto de 2011.
  • Pela regra, a solicitação do abatimento deve ocorrer a partir de 1 (um) ano de trabalho ininterrupto como médico integrante de equipe de saúde da família oficialmente cadastrada.
  • A desobrigação do pagamento das prestações será mantida enquanto o médico fizer jus ao abatimento. Nesse período, serão informados e validados os meses efetivamente trabalhados para fins de contagem do abatimento a ser concedido.
  • Se o valor total do abatimento não for suficiente para liquidar o saldo devedor consolidado, deverá retomar o pagamento das prestações do financiamento até a liquidação total do saldo devedor consolidado não liquidado com o valor do abatimento.
  • Dezenove especialidades médicas previstas: anestesiologia, cancerologia, cancerologia cirúrgica, cancerologia clínica, cancerologia pediátrica, cirurgia geral, clínica médica, geriatria, ginecologia e obstetrícia, medicina de família e comunidade, medicina intensiva, medicina preventiva e social, neurocirurgia, neurologia, ortopedia e traumatologia, patologia, pediatria, psiquiatria e radioterapia. As áreas de atuação prioritárias são cirurgia do trauma, medicina de urgência, neonatologia e psiquiatria da infância e da adolescência.
25 – Como requerer o benefício?
Para requerer o benefício, o docente ou estudante deve formalizar o pedido no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia do MEC que opera o financiamento estudantil. O FNDE disponibilizará neste sítio um sistema específico para que seja feito esse requerimento. Ao requerer o abatimento, o estudante deverá informar os dados referentes ao seu contrato de financiamento e a Secretaria de Saúde ou Educação a que se encontra vinculado. Após receber a solicitação de abatimento, o FNDE notificará o Agente Financeiro responsável para a suspensão da cobrança das prestações referentes à amortização do financiamento. As Secretarias de Saúde ou Educação dos Municípios, Estados e do Distrito Federal deverão confirmar as informações prestadas pelo estudante referentes ao efetivo exercício na rede pública de educação básica. As informações deverão ser atualizadas pelo financiado e validadas pela respectiva Secretaria de Saúde ou Educação a cada ano para a operacionalização do abatimento.
26 – Como deve proceder o estudante que contratou financiamento pelo FIES a partir de 15 de janeiro de 2010 e foi pré–selecionado para bolsa do ProUni?
Considerando que a funcionalidade do sistema do FIES que permite a solicitação do encerramento dos contratos do FIES, formalizados a partir de 15 de janeiro de 2010, encontra–se em fase de implementação pelo FNDE, o candidato pré–selecionado pelo ProUni para curso que tenha havido formação de turma no período letivo inicial e que comprovar as informações constantes em sua ficha de inscrição no prazo definido no Edital Prouni nº 1/2012, bem como for aprovado em processo seletivo próprio da instituição, se for o caso, deverá ter o Termo de Concessão de Bolsa do ProUni emitido, independentemente do registro no Sistema Informatizado do FIES (SisFIES) do encerramento do contrato firmado no âmbito do FIES.
O candidato pré–selecionado para a bolsa do ProUni 1/2012 deverá, para fins de atendimento ao disposto no art. 29 da Portaria Normativa MEC nº 1, de 6 de janeiro de 2012, assumir o compromisso formal de entregar imediatamente à CPSA da instituição de ensino onde encontra–se matriculado com contrato do FIES cópia do Termo de Concessão de Bolsa do ProUni e apresentar à Coordenação do ProUni documento comprobatório do encerramento da utilização do financiamento em até 30 dias a contar da data da liberação da funcionalidade do SisFIES para essa finalidade.
27 – Como deve proceder o estudante que contratou financiamento pelo FIES, até 15 de janeiro de 2010 e foi pré–selecionado para bolsa do ProUni?
Os estudantes financiados pelo FIES em data anterior ao dia 15 de janeiro de 2010 deverão apresentar à Coordenação do ProUni cópia da solicitação de encerramento do financiamento feita à Caixa Econômica Federal.

como se inscrever

Desde 2010 o FIES passou a operar em fluxo contínuo, ou seja, o estudante pode solicitar o financiamento em qualquer período do ano, de acordo com a sua necessidade. As inscrições são feitas pelo Sistema Informatizado do FIES (SisFIES), disponível para acesso neste sítio.
Confira o passo a passo para solicitar o financiamento:
  • 1º Passo: Inscrição no SisFIES

    O primeiro passo para efetuar a inscrição é acessar o SisFIES e informar os dados solicitados. No primeiro acesso, o estudante informará seu número de Cadastro de Pessoa Física (CPF), sua data de nascimento, um endereço de e-mail válido e cadastrará uma senha que será utilizada sempre que o estudante acessar o sistema. Após informar os dados solicitados, o estudante receberá uma mensagem no endereço de e-mail informado para validação do seu cadastro. A partir daí, o estudante acessará o SisFIES e fará sua inscrição informando seus dados pessoais, do seu curso e instituição e as informações sobre o financiamento solicitado.
  • 2º Passo: Validação das informações

    Após concluir sua inscrição no SisFIES, o estudante deverá validar suas informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), em sua instituição de ensino, em até 10 (dez) dias, contados a partir do dia imediatamente posterior ao da conclusão da sua inscrição. A Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) é o órgão responsável, na instituição de ensino, pela validação das informações prestadas pelo candidato no ato da inscrição.
  • 3º Passo: Contratação do financiamento

    Após a validação das informações o estudante deverá comparecer a um agente financeiro do FIES em até 10 (dez) dias, contados a partir do terceiro dia útil imediatamente subsequente à data da validação da inscrição pela CPSA, para formalizar a contratação do financiamento.

    No ato da inscrição no SisFIES, o estudante escolherá a instituição bancária, assim como a agência de sua preferência. Sendo a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil os atuais Agentes Financeiros do Programa.
Atenção! Os prazos para validação da documentação na CPSA e para comparecimento na instituição bancária começam a contar a partir da conclusão da inscrição no SisFIES e da validação da inscrição na CPSA, respectivamente, e não serão interrompidos nos finais de semana ou feriados.

Vestibular da São Lucas com inscrições abertas



NOTÍCIA FALE CONOSCO: (69) 3211-8001

Vestibular da São Lucas com inscrições abertas

Publicada em 30/08/2012 por NUC

A Faculdade São Lucas está com inscrições abertas para o processo seletivo 2013-1 que será realizado no dia 23 de setembro para os cursos de Administração, Ciências Biológicas, Biomedicina, Direito, Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Hotelaria, Nutrição e Odontologia, além do curso de Sistemas para Internet, oferecido pela Faculdade de Tecnologia São Mateus. O prazo para as inscrições vai até o dia 20 de setembro. Outras informações podem ser obtidas junto à Copeve (Comissão Permanente de Vestibular) ou pelos telefones (69) 3211-8009/3211-8075. É importante destacar que este provavelmente seja o momento mais importante na definição dos caminhos e rumos da vida de quem busca um curso de graduação de qualidade, levando em conta que a escolha é para o resto da vida. O mercado de trabalho é implacável e exige que o profissional seja competente nos conhecimentos específicos, nas relações interpessoais, que seja um cidadão capaz de modificar o meio em que vive e seja solidário, e a Faculdade São Lucas oferece uma metodologia de ensino dentre as melhores da região, além de uma estrutura física e tecnológica das mais conceituadas. Não perca tempo e providencie já a sua inscrição.

Alunos do 3º Ano  E. M favor procurar a Orientação para maiores informações.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Calendário de Avaliações Bimestrais 3º Bimestre



Calendário de Avaliações Bimestrais 3º Bimestre




Avaliações Bimestrais 3º (Bimestre)

Senhores pais, 
Comunicamos que no dia 17 de setembro iniciaremos nossas avaliações bimestrais, sua participação e auxílio é indispensável. Ajude seu filho, lembrando-o da importância da preparação para as avaliações.
Contamos com a colaboração de todos.
Obs: Colocaremos as datas ainda esta semana, não foi possível devido as dificuldades com o funcionamento da internet.

Att. Coordenação Pedagógica

simulado do 3º Bimestre

Comunicamos que no dia 15 de setembro (quinta-feira) será aplicado o simulado do 3º Bimestre para as turmas de 9º e Ensino Médio. Solicitamos que não deixe seu filho faltar neste dia, pois é muito importante a participação de todos e grande oportunidade de aprendizagem.
      Agradecemos a colaboração.

Arquivo do blog